0
Seu carrinho está vazio :(
Dicas

DECORAÇÃO À PROVA DE CRIANÇAS, MAS SEM PERDER O ESTILO.

Publicado em 30.10.2020 | comentários
51 visualizações

Você não precisa abrir mão do glamour para ter praticidade e segurança

nao valeria blay

Quando chega um filho, sua vida muda de muitas formas. Isso todo pai e toda mãe já sentiram na pele, né. De repente, conforme eles vão crescendo, você começa a ver sua casa como um amontoado de possíveis armadilhas. Tudo parece tão perigoso: aquele degrau muito alto para um ser que não se equilibra direito, as tomadas tão baixas e convidativas, camas começam a parecer tão altas.

Com a maioria dessas coisas vamos tendo que nos adaptar. Mas com algumas mudanças na sua decoração há outras que podem sair da sua lista de preocupações.

Como não queremos que o estilo seja prejudicado pela praticidade, vamos te guiar nesse processo de adaptação com algumas dicas super úteis.

Método Konmari: ordem ao estilo Marie Kondo

Aprenda a limpar, cuidar e proteger o sofá da sua casa com algumas dicas rápidas

DICA 1 – A SEGURANÇA É IMPORTANTE MESMO

Não é só uma questão de quebrar as coisas. Você pode ensinar seu filho que alguns itens são proibidos para crianças, mas isso não impede que algum acidente aconteça. Às vezes nem por ação dele.

E não é só quando ele ainda for bebê: crianças brincando e correndo pela sala com itens quebráveis, afiados e até mesmo estantes soltas podem acabar se machucando e ainda estragando algo de que você gosta muito.

Quando você, já adulto, quer pegar algo que está em uma prateleira alta, não pisa nas mais baixas (às vezes por instinto), mesmo sabendo que é perigoso? Imagine uma criança na mesma situação. E nesse caso, ela pode até puxar o móvel sobre si. Por isso, uma dica é fixar esse móvel na parede de algum jeito.

Esse exemplo é para mostrar que coisas simples podem fazer a diferença. Então vamos a algumas dicas básicas de segurança para ajudar no seu checklist:

- Objetos pontiagudos devem ficar sempre fora do alcance;
- Cuidado com os fios dos eletrodomésticos para que não possam ser puxados;
- Produtos de limpeza devem ficar em armários trancados.

fgh

- Atenção para móveis com pontas. O ideal é protegê-las por um tempo. Mesma atenção com móveis de vidro que podem quebrar.

- Coloque protetores nas tomadas que fiquem muito baixas.

unnamed

- No banheiro deixe a porta sempre fechada e se possível, remova a trava interna;
- Utilize tapetes antiderrapantes;
- Verifique sempre a manutenção do aquecedor a gás.

banheiro papel de parede

- Mantenha bebidas alcoólicas, taças e copos fora do alcance das crianças;
- Cuidado com plantas pontiagudas ou espécies venenosas ou tóxicas.

decorar plantas tons prego e martelo

- Instale redes nas janelas. Atenção se usar grades para não acabar impedindo uma rota de fuga caso seja necessária.
- Se houver portas de vidro, sinalize-as com fita adesiva;
- Para escada o ideal é a colocação de uma grade ou fitas antiderrapantes.

defrghhj

Pense que muitas dessas coisas não são permanentes. Então, não importa se vão interferir no layout da casa por um tempo, o importante é que seus filhos ficarão em segurança.

DICA 2 – PENSE NA PRATICIDADE

Spoiler da vida com filhos: eles demandam uma energia enorme e pode ser que você não queira desperdiçar o que sobrou dela limpando e arrumando coisas.

Por isso sempre que possível pense em itens que não te trarão muita ocupação extra.

cortina sala de estar prego e martelo

Já pense desde a concepção do projeto da sua casa em tintas laváveis, por exemplo. Poucos pais conseguem escapar ilesos dos riscos nas paredes. Além disso, quanto mais objetos soltos estiverem espalhados pela casa em móveis baixos, maiores as chances de acidentes dos mais diversos tipos.

Por outrro lado quanto mais móveis para armazenamento tiver pela casa, mais chances de que as crianças guardem as coisas. Você pode optar até mesmo por bancos com espaço interno, armários ou baús que não vão comprometer a decoração.

Mais um detalhe inegável: crianças precisam de espaço. Libere esse espaço. Não encha a casa de móveis ou aposente por um tempo os que não são assim tão importantes. Dos que sobrarem, pense seriamente em impermeabilização. Quem é pai ou mãe sabe quantas vezes água e outros produtos ainda mais destrutivos “misteriosamente” caem sobre o sofá.

E finalmente, faça do quarto da criança um espaço que ela goste. Use as preferências dela na decoração, abra espaço para os brinquedos e crie o refúgio dela. Se para brincar a criança tiver o hábito de usar o próprio quarto ela provavelmente fará menos bagunça pela casa.

DICA 3 – LEMBRE SEU FILHO QUE ELE FAZ PARTE DA FAMÍLIA

Nunca é demais reforçar o vínculo familiar e de pertencimento. São sensações importantes para uma infância feliz e saudável.

mk27

Um espaço de brincadeira é uma ótima pedida para integrar a diversão dos pequenos ao ambiente de uso coletivo da casa. Está em alta nesses programas de decoração, que mostram inclusive que não é preciso sacrificar o design para ter esse cantinho especial.

Pense também na criança como um ser em construção e decore com texturas, cheiros, coisas que ativem os sentidos. Por mais que a praticidade seja importante você não precisa se livrar de tudo que pode estragar ou sujar. Até porque seu filho precisa aprender a ter cuidado com as coisas enquanto cresce e isso é muito importante.

Inclua mantas, almofadas e pufes de tecidos gostosos de tocar. Não elimine o tapete da sala sem dar uma chance: ele é um ótimo lugar para sentar e ter um tempo de qualidade com seus filhos.

mockup almofadas1 prego e martelo

Se quiser que a criança organize as coisas ou aprenda a fazer determinadas atividades sozinha, precisa garantir acesso ao que é necessário pra isso. Deixe os espaços de organização em uma altura que seu filho alcance. Banquetas para acessar móveis mais altos, sempre com supervisão, também podem ajudar.

E como a casa é de todos, deixar que pertences da criança também façam parte da decoração de outros cômodos além do próprio quarto pode reforçar aquele senso de pertencimento à família. Cadeirinhas menores, louças especiais para os pequenos e almofadas que possa ser jogadas no chão para as brincadeiras são alguns exemplos.

46 so

Quem sabe até integrá-los ainda mais à composição do ambiente: que tal aquele lindo primeiro desenho da família feito por eles se transformar em quadro para a parede da sala?

A mensagem que você passa com todos esses cuidados e atenções: você é parte importante dessa dinâmica familiar e nossas vidas mudaram com a sua chegada, mas foi para muito melhor.

Já sabe o que dizem: com crianças, a melhor decoração vai ser sempre aquela cheia de amor. Ok, fui eu que inventei isso agora, mas você provavelmente não vai discordar, né! 

Texto: Adriele Nardelli - jornalista e redatora Prego e Martelo

Comentários

Prego e Martelo e os cookies: a gente usa cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.