Favoritos
Carrinho
Love
Seu carrinho está vazio :(

Tendências

Como fazer uma decoração de estilo industrial

Publicado em 15.08.2022 |
Visualizacoes
790 visualizações

Personalidade com um toque de modernidade

estilo industrial thumb

decoração industrial é rústica, com tonalidades neutras, itens inusitados e um efeito que é visualmente impactante. Para pessoas com personalidade, ousadas, que gostam de surpreender.

É uma verdadeira tendência que vem ganhando força no mundo do design de interiores. E hoje vamos saber mais sobre ela.

Leia também: Como usar quadros segundo o Feng Shui

Por que investir em pratos de bolo?

Superstições nossas de cada dia: a decoração a seu favor

UM POUCO DE HISTÓRIA

Invasor ou invadido? O estilo industrial não está tomando as casas hoje em dia. Na verdade as indústrias é que foram tomadas pelas casas anteriormente. Esse visual foi naturalmente surgindo, quando moradores começaram a ocupar antigos galpões para transformá-los em lofts em Nova York.

Aconteceu depois da Segunda Guerra Mundial, na crise de 1929, que causou a falência de muitos negócios, deixando galpões antes industriais abandonados até mesmo em áreas nobres da cidade americana. Quando os aluguéis de imóveis residenciais ficaram muito altos, por volta de 1970, muita gente passou a usar esses espaços inclusive para morar. E aí essas novas “casas” tinham naturalmente elementos que hoje são recriados nesse estilo decorativo.

como aplicar o estilo industrial na decoracao

UM POUCO DE CONTEXTUALIZAÇÃO

O objetivo da decoração industrial é criar algo similar à decoração rústica. Mas de uma forma mais personalizada, já que esses elementos rudimentares são de certa forma bem específicos, remetendo ao visual de uma fábrica. Essa é a grande questão desse estilo: a ideia é dar a entender que você foi morar num galpão industrial abandonado e o adaptou de uma forma que ficou visualmente agradável.

E quais são as características de uma decoração industrial? Vamos destacá-las.

1 – Amplitude: normalmente essa decoração é aplicada a ambientes espaçosos, com pé direito alto, já que fábricas precisavam ser amplas para abrigar equipamentos e funcionários.

2 – Integração – Além de grande, o espaço costuma ser aberto. Sem divisões físicas, sem muitas paredes. Não é muito comum ver galpões industriais divididos em cômodos. Normalmente fica tudo integrado. Nos primeiros “lofts” instalados realmente em fábricas abandonadas até mesmo o quarto fazia parte desse espaço único e amplo. Você não precisa chegar a tanto, mas quanto maior a integração, mais efetivo será o efeito.

origem do estilo industrial

3 – Elementos específicos: Encanamentos, tubulações e fiações expostas. Vigas aparentes. E aí, como a ideia é fingir que você se mudou para um galpão abandonado e decorou tudo, esses elementos podem ser pintados de cores discretas, como se o seu projeto de design tivesse tentado camuflá-las. Mas também vale o oposto: destacar e contrastar, deixando tudo bem aparente mesmo.

4 – Minimalismo: Quando se fala na questão rústica desse estilo, não significa encher o espaço de itens que tenham essa pegada. Como em tantos outros estilos, nesse também “menos é mais”.  Um aspecto industrial é mais prático que estético, portanto, a ideia é criar um tipo de “clima de galpão comercial”.

decoracao industrial esqueleto exposto 1024x576

5 – Paredes cruas: acabamento de tijolo e cimento são tendência na decoração industrial. Tal qual as fábricas abandonadas, que muitas vezes eram assim mesmo, sem muita finalização. Dando para colocar máquinas e desenvolver o trabalho já estava bom. Mas, quando aplicado de forma planejada, o charme está justamente na imperfeição.

6 – Luz natural: Como normalmente galpões tinham grandes portas e janelas, recriar isso faz parte do estilo decorativo. E com isso mais luz natural vai entrar no ambiente. Além disso, dá para investir em pendentes modernos, trilhos de iluminação, tudo com fiação e bases aparentes inclusive.

cuba banheiro loja online prego e martelo

7 – Móveis e acessórios: Dê preferência para os que tenham acabamento em aço, ferro e madeira maciça. Sofás de couro e bancos de metal também casam bem com essa forma de decorar.  Até os eletrodomésticos podem entrar no clima: escolha os de aço inox. Outra dica é sempre priorizar formas e linhas retas

8 – Cores e tons: Sobriedade e neutralidade combinam com o estilo industrial. Preto, branco e cinza são praticamente obrigatórios para dar o efeito desejado. Mas os tons mais vivos também têm seu espaço, desde que utilizados de forma pontual e não dominante.

Agora você já sabe como fingir que se mudou para uma antiga fábrica abandonada e reformou o espaço para ficar o mais parecido possível com um lar. O grande detalhe é que você se esforçou bastante para deixar seu imóvel moderno com esse aspecto. São os paradoxos do design de interiores, não é mesmo? 

apartamento botafogo 02 1

Texto: Adriele Nardelli - jornalista e redatora Prego e Martelo