Dicas

Regra de 3 na decoração de interiores.

Publicado em 31.01.2021 | comentários
175 visualizações

Um é pouco, dois é bom, três é o número ideal quando se trata de decoração.

Basta juntar 3 objetos que automaticamente nosso cérebro se encarrega de formar um conjunto.

Um conjunto com 3 elementos é mais dinâmico do que um par, porque força o olhar a se movimentar mais, criando uma experiência visual mais rica.

Com 3 objetos você cria arranjos com profundidade e uma boa percepção de “camadas” na decoração.

São estas camadas que dão aquela sensação gostosa de que sempre há mais surpresas a serem descobertas.

Só de ter chegado até aqui você já viu excelentes argumentos que justificam o fato de que três é o número ideal quando se trata de decoração. Mas prossigamos!

Sim especialmente quando queremos que nossa casa ou apartamento tenha aquele visual de revista ou de programa de decoração, nos demais assuntos deixamos a sua escolha e imaginação.

Especialistas em design e fotografia indicam que composições com números ímpares ou com três elementos são percebidas como padrões e geram maior atração para o olho humano. 

A chamada regra dos números ímpares é precisamente a base da regra do três na decoração. 

E por que? A explicação simples é que uma composição de números ímpares é mais dinâmica e chama mais a atenção das pessoas.

É por isso que a chave para manter o equilíbrio nos projetos decorativos de seus espaços deve seguir a regra dos três. 

Essa é a solução para suas dúvidas sobre como decorar! Vamos ver como aplicá-lo.

>> Saiba mais: Como decorar o corredor principal de casa

DIY, como aplicar a regra de três na decoração.

madeira prego e martelo

Mesmo que você não seja lá um(a) grande especialista em decoração de interiores em algum momento, ainda que de modo instintivo, já deve ter aplicado essa regrinha

Mas a seguir mostraremos as chaves para aplicar essa importante regra com conhecimento de causa e de modo extremamente consciente do que está fazendo.

>> Saiba mais: Como decorar mesa de centro.

Elementos ou peças.

Sempre coloque três objetos na mesa de centro, móveis auxiliares, nichos ou prateleiras. Um clássico é um vaso com flores, um livro e uma vela; você ganha um toque chique e moderno.

Se você quiser decorar com peças iguais, como espelhos, luminárias, vasos de flores, almofadas, siga também a regra dos três. Brinque com os tamanhos, cores e materiais.

>> Saiba mais: Como escolher o seu primeiro sofá.

Cores e texturas com regra de três.

Vai parecer loucura em um primeiro momento, afinal onde já se viu misturar materiais muito diferentes entre si, mas sim, fica incrível. 

Você pode juntar metal, madeira e vidro que ficará perfeito.

O equilíbrio é alcançado justamente porque a composição não será carregada com a mesma textura.

Na paleta de cores da sua decoração, um ambiente com poucas cores corre o risco de ficar entediante, mas criar um ambiente harmonioso usando muitas cores diferentes ao mesmo tempo é bastante difícil.

Restringir a sua paleta a 3 cores irá reduzir o risco do ambiente parecer agitado e confuso sem deixar a decoração com aquele aspecto chapado e sem graça.

>> Saiba mais: Direto ao ponto: como combinar estampados na decoração.

Regra de 3 na Mobília.

Se o que procura é dinamismo e naturalidade, a regra de três é ideal para organizar e posicionar corretamente os móveis da sua casa ou apartamento. 

Por exemplo, você pode colocar um sofá, depois uma mesa lateral e sobre ela um abajur. 

Aí você tem 3 elementos dentro de uma composição harmoniosa.

Existe também a opção de colocar no ambiente um conjunto de três poltronas de design na sala. Todo mundo irá invejar esse espaço! 

Outra grande sacada é transformar as mesas auxiliares em uma mesinha de centro, claro, existem três mesas auxiliares de tamanhos diferentes facilmente encontráveis por aí, mas você pode também usar sua criatividade e bom gosto e personalizar com o que tem.

>> Saiba mais: Dicas para Usar e Abusar dos Quadros na Decoração

Truque infalível.

Como você viu, a ideia é que sempre existem três elementos, mas não necessariamente os mesmos. Na verdade, guarde este truque:

  • Três peças decorativas iguais.
  • Dois elementos idênticos e um diferente, mas da mesma categoria. Sim, por exemplo, três potes, mas um deles é de uma cor diferente. Ou três frames, mas um é diferente. 

Agora, não sejamos tão rígidos, a ideia é curtir a decoração e seu processo. Isso significa que a regra também pode ser aplicada com 5 ou 7 elementos. 

O importante é que seja um número ímpar.

Convidamos você a colocar em prática a regra dos três na decoração para se apaixonar por cada canto da sua casa.

Comentários

Prego e Martelo e os cookies: a gente usa cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.